Regras

REGRAS 

As regras desportivas são estabelecidas pela Direção da Federação Portuguesa de Matraquilhos e Futebol de Mesa para gerir o funcionamento orgânico da instituição.
 
O Regulamento de Arbitragem da FPMFM assenta as normas estipuladas para a definição das regras de conduta dos árbitros, das necessidades de angariar e formar árbitros capazes de estarem presentes na condução de torneios locais, oficiais e nacionais.
 
O regulamento faz a ligação com as regras de jogo de forma complementar, proporcionando ao Conselho de Arbitragem as qualidades necessárias para estabelecer os planos de arbitragem para cada época.

O livro de regras de jogo é um guia para ajudar todos os agentes ligados à modalidade. Tem como objetivo essencial explicar as regras do jogo, assim como auxiliar os árbitros a imporem a sua autoridade, tendo sempre a consciência que a sua atuação não deve contribuir para o retardamento do mesmo, em consequência da aplicação de uma arbitragem muito rigorosa. 

Os Árbitros representam a mais alta autoridade do livro de regras de jogo num torneio. As suas decisões devem ser respeitadas e não podem ser contestadas. Os Árbitros podem ser chamados para se pronunciarem sobre as interpretações do livro de regras. 

As regras de matraquilhos são concebidas tanto para facilitar a decisão dos árbitros, como a dos próprios jogadores.

O objetivo é limitar as interpretações subjetivas, para um mínimo absoluto.

O objetivo das regras também é, trazer para o jogo um nível de respeito mútuo entre os jogadores que seja óbvio para os espectadores.

Lembrar a todos que sendo as decisões dos árbitros indiscutíveis, estes também são falíveis e o erro de julgamento poderá fazer parte do jogo.